quarta-feira, 29 de maio de 2013

Um dia em cheio (parte 2 - Castro Verde)

Depois de uma manhã em cheio na Lagoa dos Patos seguimos para Sul em direcção a Castro Verde para tentar observar e fotografar as espécies típicas desta zona. De todas as espécies estepárias que aqui ocorrem a que não observámos foi o sisão. Os campos estão bastante secos e o calor faz-se sentir o que prejudica em muito a fotografia de aves.

Aqui deixo alguns registos fotográficos de algumas espécies que observámos durante este dia.

Abutre-negro / Cinereous Vulture (Aegypius monachus)
Os abutres-negros e os grifos sobrevoam os campos em busca de alimento. Este em particular estava a sobrevoar um cadáver de raposa que estava no meio da estrada.










Águia- Imperial /Spanish Imperial Eagle (Aquila adalberti)




Imaturo de Águia imperial








Rolieiro / European Roller (Coracias garrulus)




O Rolieiro é das aves mais lindas que ocorrem em Portugal



Um bando de cegonhas brancas que aproveitava as térmicas

Cegonha-negra / Black Stork (Ciconia nigra)





Um imaturo de cegonha-negra...








Petinha campestre / Tawny pipit (Anthus campestris)
Calhandra-real / Calandra Lark (Melanocorypha calandra)




























Chasco-ruivo / Black-eared Wheatear (Oenanthe hispanica)
Chasco-ruivo / Black-eared Wheatear (Oenanthe hispanica)


EmoticonEmoticon